"Porque dEle e por Ele, e para Ele, são todas as coisas; glória, pois, a Ele eternamente. Amém." (Romanos 11:36)

Jonas 1

E veio a palavra do SENHOR a Jonas, filho de Amitai, dizendo: Levanta-te, vai à grande cidade de Nínive, e clama contra ela, porque a sua malícia subiu até à minha presença.

Porém, Jonas se levantou para fugir da presença do SENHOR para Társis. E descendo a Jope, achou um navio que
ia para Társis; pagou, pois, a sua passagem, e desceu para dentro dele, para ir com eles para Társis, para longe
da presença do SENHOR. (quando queremos fugir da presença do Senhor começamos a decair. Nem nós mesmos percebemos a decadência, mas fora da presença do Senhor o homem só desce.)

Mas o SENHOR mandou ao mar um grande vento, e fez-se no mar uma forte tempestade, e o navio estava a ponto de quebrar-se. Então temeram os marinheiros, e clamavam cada um ao seu deus, e lançaram ao mar as cargas, que
estavam no navio, para o aliviarem do seu peso; Jonas, porém, desceu ao porão do navio, e, tendo-se deitado, dormia um profundo sono. (É comum estarmos em vulnerabiliade espiritual quando estamos longe da presença de Deus. E ficamos dormentes e alheios ao que está acontecendo no reino espiritual. Existe até mesmo muitos crentes dentro da casa de Deus neste estado de dormência, na igreja sem sentir nada e ignorado a batalha espiritual que é travada todo pela alma dos cristãos.
Enquanto todos tentam equilibrar o barco por sua conta, o inerte nada vê e não paga preço pelo equilíbrio da igreja.)

E o mestre do navio chegou-se a ele, e disse-lhe: Que tens, dorminhoco? Levanta-te, clama ao teu Deus; talvez assim ele se lembre de nós para que não pereçamos. E diziam cada um ao seu companheiro: Vinde, e lancemos sortes, para que saibamos por que causa nos sobreveio este mal. E lançaram sortes, e a sorte caiu sobre Jonas. Então lhe disseram: Declara-nos tu agora, por causa de quem nos sobreveio este mal. Que ocupação é a tua? Donde vens? Qual é a tua terra? E de que povo és tu? (Jonas neste ponto já nem tinha mais identidade de cristão. Ninguém sabia quem ele era e o que fazia ali.)

E ele lhes disse: Eu sou hebreu, e temo ao SENHOR, o Deus do céu, que fez o mar e a terra seca. Então estes homens se encheram de grande temor, e disseram-lhe: Por que fizeste tu isto? Pois sabiam os homens que fugia da presença do SENHOR, porque ele lho tinha declarado. E disseram-lhe: Que te faremos nós, para que o mar se nos acalme? Porque o mar ia se tornando cada vez mais tempestuoso. E ele lhes disse: Levantai-me, e lançai-me ao mar, e o mar se vos aquietará; porque eu sei que por minha causa vos sobreveio esta grande tempestade. (Jonas sabia qual era o problema e sabia qual era a solução mas mesmo assim não tinha CORAGEM para tomar uma atitude a
respeito de si mesmo. Não lançou-se ao mar mas pediu que o jogassem. O crente perdido espiritualmente e fora da direção de Deus não tem mais identidade, não ouve a voz de Deus, quando percebe que tem um problema não sabe como agir. Para isso os demais crentes devem estar atentos e dispostos a pagar preço por aquele está fraco na fé, para lançá-lo de volta no centro da vontade de Deus).

Entretanto, os homens remavam, para fazer voltar o navio à terra, mas não podiam, porquanto o mar se ia embravecendo cada vez mais contra eles. Então clamaram ao SENHOR, e disseram: Ah, SENHOR! Nós te rogamos, que não pereçamos
por causa da alma deste homem, e que não ponhas sobre nós o sangue inocente; porque tu, SENHOR, fizeste como te aprouve. E levantaram a Jonas, e o lançaram ao mar, e cessou o mar da sua fúria. Temeram, pois, estes homens ao SENHOR com grande temor; e ofereceram sacrifício ao SENHOR, e fizeram votos. (Quando o crente toma posição com Deus, o testemunho fica. Jonas não pregou em momento algum para aqueles homens, nem disse “reparem o milagre que o Deus de Abraão vai fazer agora, hein”. O simples fato dele entrar no eixo de Deus e tudo se normalizar já testificou no coração de todos aqueles homens que nunca ouviram falar de Deus. O testemunho vale mais que mil pregações.)

Preparou, pois, o SENHOR um grande peixe, para que tragasse a Jonas; e esteve Jonas três dias e três noites nas entranhas do peixe.

***

Neste tempo que Jonas esteve no ventre do grande peixe, orou a Deus, humilhou-se na presença do Senhor e
reconheceu sua rebeldia e desobediência. Após a oração de reconhecimetno de Jonas, imediatamente o peixe o vomitou.

Muitas vezes o nosso tempo de  tratamento com Deus depende apenas disso, de reconhecermos a soberania de Deus e quanto somos insignificantes perante o poder de nosso Senhor.

O povo de Nínive historicamente era um povo mal, pendurava a cabeça dos profetas e evangelistas
em postes para servir de exemplo para os demais. Era um povo mal e cruel.
Entendemos o temor de Jonas enquanto homem comum. Mas se Deus lançou um chamado sobre ele, mesmo que lhe custasse a vida, deveria ser cumprido para honra e glória do nome do Senhor. É duro, mas é a palavra.

Que possamos nos lançar na presença de Deus sem reservas, para que Ele possa cumprir todos os propósitos
que tem para nossas vidas.

About these ads

Comentários em: "NÃO ADIANTA FUGIR DO CHAMADO DO SENHOR" (1)

  1. Sandra disse:

    Bebel,
    Acabei de ler : Não adianta fugir do chamado de Deus, e achei muitíssimo bom !!! continue assim proliferando a palavra de Deus através do próprio ensinamento que Jesus nos deixou e de suas palavras tb. Será de grande valia para muitos ter uma boa leitura e reflexão .
    Nunca deixe de escrever!!
    bjsss
    Sandra

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: